sexta-feira, 9 de junho de 2017

Contradição

Eu te dei o link deste blog... Foi como te dar a chave do meu diário.
O gesto foi para expressar confiança, mas não sei se ficaria mais tranquila se você o lesse ou se desistisse de ler por respeito a minha intimidade. Engraçado como esses sentimentos se misturam. Querer que alguém leia sua mente, e ter medo que ela possa - de fato -  ler... 
É terrível o medo de ser pesada demais, profunda demais, imperfeita demais. É terrível o medo de mostrar quem sou, porque não tenho nada além disso para oferecer se isso for insuficiente. Sou quem eu sou.
É reconfortante pensar na graça nessas horas, porque - afinal - ela pressupõe nossa insuficiência para ser eficaz. É bom ser "pequena demais", "frágil demais", porque aí eu sou cuidada por Ele... É como se eu pudesse me sentar em seu colo de Pai, e dormisse ali, sabendo que Sua força me levará para a cama quentinha na hora certa. Por outro lado, é como se eu fosse confrontada com a ideia de ser criança a vida toda diante Dele: nenhuma criança quer isso, mas um adulto ficaria grato se pudesse ser. Nesse sentido, quero ser adulta o suficiente para querer.
Você me confundiu há um tempo atrás... Achei que você estivesse acelerando as coisas, mas continua firme nesse ritmo bem "slow". Tirando a insegurança que bateu a princípio, achei bom. Deus está me apurando esses dias, sacudindo alguns pecados empoeirados... É sempre positivo quando isso acontece, mas quanto menos pessoas envolvidas, melhor, afinal, é tão bom quanto ruim essa sensação. Exposição e vergonha se misturam com o sentimento de evolução e honra. Acho que com Deus é sempre assim. Um dia eu te conto...

... Um dia.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Diário de oração

Hey, Jesus!
Hoje eu confessei alguns de meus pecados, e ainda assim eu sinto tanta dificuldade em me arrepender... Como pode a minha mente se convencer, e meu coração se atrasar?! Ah! Você me prometeu um coração de carne, um coração cujo a lei do Senhor está gravado nele... Dá-me este coração, Senhor!!
Eu tenho me conformado com aquilo que o Senhor já fez em mim, e confiado na graça diária para com o que ainda tenho dificuldade, mas eu não quero que "viver pela graça" seja misturada com a minha própria obstinação. Eu tenho pecado todos os dias, Senhor, sei que nada é oculto aos Teus olhos. Sabes também cada "desculpa", cada justificativa furada, cada um dos meus motivos rasos, e sabes que sou "cega" e "dura"... Tem compaixão de mim, Jesus. Que as tuas misericórdias se renovem sobre mim, que a tua graça redentora me transforme.
Hoje eu pedi ajuda a uma de suas filhas. Sei que ela é tua serva, Jesus... Sei que podes ajudar-me a superar tudo isso. Age em mim, age nela, age em mim através dela, e nela através de mim. Eu não quero a sua obra inacabada, e Você prometeu que a terminaria... Eu sei que isso não ficará, assim, pela metade. Vamos superar isso!
O Senhor conhece os desejos do meu coração, e conhece os meus medos. Conhece as oportunidades que me batem à porta, pois foi o Senhor que as concedeu... Não me deixe estragar tudo, Papai. Eu estou tão perdida quanto ansiosa. Seja tudo pra mim, não me deixe ir para longe de Ti para conquistar o que quero. No final, eu sei que ficaria vazia, porque já estive lá sem o Senhor.
Tu és o Amado da minh'alma!! Não me deixe desejar nada mais do que a Ti... Nada mais do que o Teu reino, que a Tua vinda. Fixe os meus olhos na eternidade. Amarre meu coração ao Teu, me faça olhar em Teus olhos de tal modo que enxergue o mundo refletido através deles.
Tu és luz e calor, és água da vida. Tu és a minha própria vida! Alimenta-me de Ti.

Em Teu nome eu oro mais uma vez.
Amém