domingo, 14 de maio de 2017

Lições sobre o amor

Deus nos ensina coisas das mais diversas formas, pelos mais distintos meios... Mesmo não tendo vivido profundos relacionamentos amorosos, ao longo dos anos, Deus tem me ensinado inúmeras lições para que eu reconheça o amor que Ele tem preparado pra mim.
Ele tem ajustado os meus óculos, tem me mostrado em que direção andar e olhar para que eu o possa ver e ele possa, enfim, me encontrar.
Eu não guardei comigo as minhas decepções, resolvi colecionar lições, e as quatro mais valiosas são essas:

1) Escolha alguém que ama você.
Não importa quantos motivos você der para aquele cara gostar de você, não importa quanto amor você plantar... Você não vai colher esse amor de volta.
Você precisa ser, antes, escolhida por ele.
Talvez, uma mulher possa reconsiderar seu interesse por um cara qualquer, se ela achar que ele merece uma segunda chance. O "não" de uma mulher nunca é definitivo, mas é improvável que um homem volte atrás quando decide que não se interessa por uma mulher. 

2) Escolha alguém que possa te liderar espiritualmente.
Poucas coisas seriam tão triste quanto você desejar buscar e servir a Deus, e não conseguir por falta de um parceiro que te acompanhe e lidere nisso... 
Nenhum sucesso terreno compensa o fracasso em cumprir nossa missão celestial na terra.

3) Escolha alguém por quem você se sinta atraída e apaixonada.
Talvez a atração aconteça logo, talvez ela seja uma crescente com o envolvimento: a ordem dos fatores não altera o produto. Se não vivermos essa paixão teremos para sempre o fantasma do "e se..." rondando nossas mentes e corações.
Paixão é um fator essencial! Não é eterno ou imutável, mas ele precisa estar ali, nem que seja para depois chegarmos à conclusão que isso não é o mais importante...

4) Escolha o tipo de relacionamento que você quer ter, e não o tipo de pessoa com quem você quer estar.
Tanto faz se a pessoa corresponde ao seu check list de um "par perfeito"... Aparência, profissão, ministério, vida social, estudos, família, etc., claro que são itens importantes a se avaliar, mas não é tudo. Às vezes, ele é uma pessoa ótima, mas que não tem nada a ver com você! Às vezes, você o admira porque não tem as características que ele tem, mas exatamente por não ter, fica difícil encontrar algo em comum - sobretudo quando a paixão passar.

Não há nada melhor do que amar e ser amada pelo seu melhor amigo


Nenhum comentário:

Postar um comentário